Publicado por: enguardas | 02/07/2007

Finalmente, chegou o dia tão esperado!

O dia da festa do livro. Do nosso livro.
Os seus olhitos, tentavam adivinhar como seria o livro, tão desejado.
Como seria a capa? De que cor? Céus, como é difícil adivinhar…
Depois, chegou um senhor com ar de festa, bem disposto e sorridente…
A Comunidade Educativa dava a sua resposta. A Autarquia, dizia que sim. Os pais, esses, no seu trabalho, deixaram nas crianças a ansiedade acrescida, de quem esperava um livro diferente. Feito pelos nossos filhos! Que bonito.
A sala das histórias, essa, estava vestida com roupa nova. Pudera! Era o seu grande dia !!
Pouco a pouco, os alunos foram entrando. Em turmas de duas, ou três, conforme dava melhor. Assim, o envolvimento era maior. Havia mais atenção.
Na mesa, a receber as crianças, um ramo de flores frescas sorriam para aquelas caritas impacientes.
A Senhora Presidente do Agrupamento falou de coisas lindas…! Disse que estava feliz. O Senhor, com ar de festa, também falou e também disse que sentia muita alegria, por ter ajudado o livro a nascer.
Fantástico! Como pode um livro, feito por nós, pôr tanta gente feliz!!
Logo mais, um aluno de cada turma, leu um bocadinho da história que a sua turma sonhou. O silêncio, muito calado, ouvia também a história. Palmas, muitas palmas…
E assim, um a um, com ternura, com todo o carinho, trocaram entre si os livros!
Que momento lindo de ver. As mãozitas, ávidas, folheavam o livro, num apetite insaciável, de ler todas elas ao mesmo tempo.
Era um momento mágico! Finalmente o nosso livro, estava nas nossas mãos!
E nós, felizes também, fechamos a porta do sonho, devagarinho, e deixamos, aberta, a janela da realidade, para que aquele momento mágico, não tivesse mais fim…
Afinal, ser autor de um livro, criar um livro e dar-lhe vida não é difícil!
Muita imaginação, muito sonho, e um poucochinho de trabalho…
Sê bem-vindo ao mundo encantado do nosso livro!!

dscn3034.jpg

dscn3074.jpg

dscn3121.jpg dscn3203.jpg dscn3048.jpg


Responses

  1. É comum agradecer-se um favor.
    É vulgar ficar-se grato, por um gesto simpático.
    É usual ficar-se reconhecido a quem nos ajuda.

    No caso deste pequeno livro,
    Nascido dos dedos de tantas crianças
    Sobejam os adjectivos,
    Mas faltam as palavras,
    Para agraciar todas as pessoas lindas,
    Que deram vida a esta obra.
    Emocionado,
    Bem haja.

  2. Não sei se vcs senhores professores da biblioteca se lembram de mim a aluna do ano passado ai na escola!
    Eu estou tão triste por ter mudado de escola!
    Parece q foi ontém q entrei nesta magnifica escola!
    Quem me dera voltar atras!
    Era óptimo estar ai outra vez!
    Nunca pensei dizer isto mas qm me dera estar no lugar dosmeus amigos quie reprovaram, mas nao por eles terem reprovado mas sim por terem tido a oportunidade de tarem nesta escola novamente!
    Nossa!Nessa fotografia eu estava no 2º ano, era muito fixe mas só de saber q nunca mais pisarem o chão dessa biblioteca, nunca mais entrarei nesta escola, nunca mais terei ai aulas!
    Quem me dera voltar atras!
    Ter meus amigos outra vez!
    Estou tão triste q ao escrever esta mensagem lagrimas correm-me pelos olhos.!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: